A História do Sapateado

Camponeses irlandeses esquentavam-se batendo os pés no chão duro. Essa brincadeira gerou um folclore que com o tempo foi chamado de “Step dancing” ou “jig dancing”. Os sapatos tinham solas grossas e duras que acompanhavam sempre essa dança. A ênfase era no pé e na quantidade de sons que o dançarino conseguia realizar.

A dança era realizada na meia ponta e o corpo ficava ereto, com os braços rígidos, parados ao lado do corpo. Mais tarde na Inglaterra surgiu outra dança, usando tamancos, sapatos entalhados em pedaços de madeira, para criar ritmos com os pés. A técnica e a criatividade primavam. Com o tempo, os rígidos tamancos foram substituídos por sapatos com sola de couro, aos quais se afixavam pequenas chapinhas de metal debaixo dos dedos, chamadas “taps”. A dança Africana também influenciou no sapateado, pois os movimentos corporais e ritmos foram aderidos pelo sapateado mais tarde. Foi nos Estados Unidos que se deu a mistura que resultaria no sapateado americano. Desde o início do século XVI, escravos eram levados da áfrica para a America para serem vendidos. Nos estados unidos eram levados principalmente para o sul.

Esses escravos mantinham suas culturas e danças, mas admiravam também as danças dos brancos, os europeus. O contato entre as culturas era muito difícil, mas ocorria. Esse primeiro contato aconteceu em “Congo Square”, uma grande Praça em Nova Orleans, cidade do Sul dos Estados Unidos, onde os escravos eram autorizados a ir aos domingos para se encontrar e dançar. Os brancos faziam imitações dos negros e suas danças o que demonstrava interesse na cultura negra. A partir de 1865, em Nova Iorque o confronto das culturas aumentou significativamente. No sul da ilha de Manhattan, viviam os escravos que foram libertados e imigrantes pobres, e lá o sapateado começou a desenvolver sua forma americana e diferente das tradições culturais que o compõem. A chegada da música jazz no início do século complementou perfeitamente o sapateado. O desafio do sapateado é o improviso e capacidade de fazer sons diferentes com os pés. Como principais nomes do sapateado, temos: Fred Astaire, Gregory Hines, Gene Kelly, Brenda Bufalino, Bill "Bojangles" Robinson, entre outros. O Sapateado tem seu dia Internacional comemorado em 25 de Maio, em homenagem a um dos ícones do Sapateado - Bill "Bojangles" Robson.